90

    Embora sentimentos me trouxessem de volta àquele lugar que não ousava visitar após meu último reconhecimento do perigo, ainda assim pude encontrar um modo de não me perder. Aquele lugar havia uma vez sido tão querido quanto o diabo assim quereria que fosse. Lá é onde pela primeira vez pensei ser mais feliz que nunca. Lá é onde os barcos vinham e homens encontravam prazer. Onde pela primeira vez caí em inquieta intensidade e onde pela última vez perdi a noção de quem eu era ou queria ser.
      Não sabemos aonde a vida nos levará. Alguns sonhos podem predizer. Por favor, diga aos outros que não me escondo, nem menti. Conte-lhes desta fraqueza com que fracas desculpas estão de acordo nas vozes dos entorpecidos, assim entorpecidos por encantadores passados. Ademais, peço desculpas uma vez mais. (…)

    Though feelings brought me back to that place I dared not visit after my last recognition of peril, yet I could find a way not to get lost. That place had once been as dear as the devil so would wish it to be. That’s where I first thought to be the merriest ever. That’s where the vessels came and men found pleasure. Where I first fell into restless intensity and where I last lost track of who I was or wanted to be.
      We don’t know where life will take us. Some dreams may predict. Please tell the others that I don’t hide, nor have lied. Tell them of this weakness with which faint apologies accord in the voices of the numb, so benumbed by bewitching pasts. Furthermore, I apologize yet once more. (…)



~
https://www.leiameporfavor.com/p/arquivo.html

Comentários