24

Na condição de qualquer dúvida surgir após minhas razões serem expostas, opte por permanecer em terra onde encontrará missões o suficiente para enfrentar, sejam elas apresentadas por situações problemáticas ou apenas uma natureza ventosa que poderia assumir outras formas suspeitas para fazê-lo temer furacões. Deparei-me com meus tempos dúbios, eu mesmo, na velhice. Não sou velho, mancebo, não me entenda errado. Não sou velho por dentro, embora minhas pernas estejam fracas e meus ombros não mais carreguem cargas pesadas como costumavam fazer. Acho que os anos podem ficar um pouco pesados com o passar do tempo. É eventualmente aditivo reclamar. Não me entenda errado, no entanto; ainda sou jovem por dentro. Um espírito infantil, um espírito livre, cruzou nossos caminhos por uma vida não ordinária. Muitas escolhas tinha eu feito antes de nos conhecermos. Que preguiçoso tenho sido! Agir tão cripticamente, nunca claro o bastante, cercando suas circunstâncias com o mapa estabelecedor de curso que hieróglifos delinearam em códigos que você ocasionalmente irá entender. Este é o ponto de sua vida em que você preferiria fugir se – e somente se – você tivesse uma escolha. Sinto muito por isso. Mas um homem não pode se arrepender de seus propósitos de toda a vida e agora sinto que deveria passá-los adiante para você. (...)

Shall any doubt arise after my reasons are exposed, please opt to stay this time on shore where you will find enough missions to tackle whether they are presented by problematic situations or just a windswept nature that could assume other suspicious forms to make you fear hurricanes. I have come across my dubious time myself in old age. I am not old, young man, do not get me wrong. I am not old inside, though my legs are weak and my shoulders no longer carry heavy loads as it used to. I guess the years can get a bit heavy over time. It is eventually addictive to complain. Do not get me wrong, though. Still I am young inside. A childlike spirit, a free spirit, have crossed our ways through no ordinary life. Many choices had I made before we met. What a sluggard I have been! To act so cryptically, never clear enough, surrounding your circumstances with the course-establishing map hieroglyphs delineated in codes you will occasionally understand. This is the point of your life when you would rather run away if – and only if – you had a choice. I am sorry about that. But a man cannot regret his lifelong purposes and now I feel like they should be passed on to you. (…)



~

Comentários