26



“Casamento costumava ser um arranjo conjunto de um homem e uma mulher resolutos, embora eles esperem vinte anos por ele para encontrar a joia da amizade conjugal. (…) Com pessoas que vivem na superfície, o casamento é um erro, um absurdo grotesco e muitos aqui estão agora dizendo isso – já chegou a esse ponto.” (1914, Cartas de J. B. Yeats)
Isto irá envolver muito do que resta de nossas vidas prévias. Nossas memórias podem estourar na nossa frente como pecados inolvidáveis e não pereceremos ao nos perder onde nossas almas uma vez afundaram. O último é algo que espero, pelo menos. Penso que a pessoa certa irá encaixar-se nos requisitos não tão claramente estabelecidos até que eu finalmente saiba o que quero depois de anos à procura de mim mesma, depois de anos arrumando-me com vestidos nunca mostrados em público. O que vem rápido é sentido como um furacão expressando a si mesmo furiosamente e naturalmente, enquanto a Natureza o forma. Perigosamente expõe a si mesmo. A escolha certa é uma amizade eterna, do tipo que é verdadeira.
Esta não é uma mensagem para o mundo. Isto é tão longe quanto uma garota poderia ir em sua tentativa de encontrar a si mesma. Não que eu esteja perdida. Esse não é o caso. A fim de se dizer em termos presumidamente claros, isto provavelmente deriva da intrínseca força que me impele a falar, a mesma que me fez chorar quando era um pequeno bebê para mostrar meus sentimentos e necessidades quando nasci. Nasci para dizer o que contenha esta última linha, por assim dizer.
                                                                                                                                                     

“Marriage used to be a setting out together of a man and woman resolved though they wait twenty years for it to find the jewel of conjugal friendship. (…) With people who live on the surface marriage is a failure, a grotesque absurdity, and many here are now saying so – already is it come to that.” (1914, J. B. Yeats Letters)

This will involve a lot of what is left from our previous lives. Our memories may burst in front of us like sins unforgotten and we won’t perish by losing ourselves where our souls once sunk. The last is something that I hope at least. I find that the right person will fit in requirements not so clearly stablished until I finally know what I want after years in search of myself, after years grooming myself with dresses never displayed in public. What comes fast is felt like a hurricane expressing itself fiercely and naturally as Nature forms it. It dangerously exposes itself. The right choice is an everlasting friendship, the kind that is true.
This is not a message to the world. This is as far as a girl could go in her attempt to find herself. Not that I am lost. That is not the case. So as to say it in presumedly plain terms, this probably stems from the intrinsic force that impels me to speak, the same that made me cry as a little baby to show my feelings and needs when I was born. I was born to say what this very last line contains, so to speak.


~

Comentários