94



                Já faz sete dias desde que tudo começou.  

Fique calmo

 - eu disse a pessoas com as quais eu não estava realmente em contato. Elas eram imagens virtuais. Eu era uma imagem eu mesma. Sra. Enfermeira certa vez disse-me e a uma colega minha como lavar as mãos apropriadamente. 

Lave entre os dedos e mesmo sob suas unhas, vê?  
- e ela me mostrava.  

               Então houve as Boas Prática de Manipulação de Alimentos dizendo para não esquecer de

 Também lavar parte do antebraço.

               Algumas antigas informações muito valiosas por esses dias. Num outro tempo: "Tome cuidado com como você toca os olhos. Use o dorso da mão ou você poderá pegar conjuntivite. Seja cuidadoso." E agora há essas reuniões virtuais com pessoas, pessoas reais, cultos de igreja virtuais, as live streamings, lojas virtuais abertas 24 horas por dia para as quais recorrer durante um surto de informação e pandemia de isolamento.
                O que significa estar calmo é obedecer a algumas regras da esperança. Esses dias tem fornecido mais e mais um surto de informações quando já se estava tendendo a ser mais e mais virtual, uma imagem de si mesmo. Nada permanece sozinho. Contudo, isto era sobre isolamento bem antes. E talvez seja sobre a Sra. Natureza dizendo algo para que aprendamos. O que seria senão de um equilíbrio perdido, da solidariedade e da fragilidade de um sistema aparentemente agressivo, conduzido por classificações de crédito e transações financeiras?
                Tenho uma teoria sobre isso. Mas não quero falar o que penso e vê-lo tornar-se mais um vão pedaço de informação.
                 Então esqueça tudo o que disse até agora. Vamos começar de novo.

Mensagem n° 94: Don't stay calm
(...)


~

Comentários